quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Coisinhas

Este texto foi retirado do livro “Quando tudo se desfaz” da monja budista Pema Chödrön

[...]Permitir que as coisas se dissolvam, às vezes, chamado de desapego, mas sem a qualidade fria e distante que, freqüentemente, se associa a essa palavra. Neste caso, o desapego inclui mais bondade e uma profunda intimidade. Na verdade é um desejo de conhecer, semelhante à curiosidade de uma criança de 3 anos. Queremos conhecer nossa dor para pararmos de fugir interminavelmente. Queremos conhecer nosso prazer para podermos parar de agarrar continuamente. Então, de algum modo, nossas perguntas tornam-se mais amplas, e nossa curiosidade, mais vasta. Queremos entender a perda, de um modo que possamos compreender os demais quando sua vida desmorona. Queremos entender o ganho, para que possamos compreender outras pessoas quando estão encantadas ou quando se tornam arrogantes, empolgadas e envaidecidas.

Cartaz do PETA. Bonito, né?

Mingau tirando uma soneca florida

Que sede, mamis!


5 comentários:

Arte dos Gatos disse...

Que lindos, todos!


Beijo

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Adorei o charme do Mingau ao beber água. Beijos Nice, fique com Deus.

Art by Lu disse...

Ai ti lindo, ele coloca patinha do lado!! rsrsrs O meu Juanito faz isso tbm = )

Dricalaz e os Gatonetes... disse...

Acredito que as coisas melhoraram um pouquito por aí, hein?!. Pensei em vc esses dias, torcendo para que esse coração fique mais leve, menos dolorido e colorido de novo!. Nada como o tempo, aos pouquinhos, com amor e claro, com força de vontade, tudo ficará melhor!!!!. E aquela parte do seu texto;
" Queremos conhecer nossa dor para pararmos de fugir interminavelmente "

Eu sou meio lenta, jeguinha, más tá no texto, entendi, que;

Nega, vc já conhece a fundo a dor, então, chega! força, luta!. Tem que querer e querer é poder, né?!. Foi assim comigo eu queria sair daquilo, daquele inferno e o pior não tinha amigos, talvez se eles existissem, teria sido diferente ...Para mim demorou, a história é longa, deixa para lá...O que importa é que eu sempre quis vencer. E graças à Deus, aos meus animais, eu consegui!. As vezes bate na porta, quando fico mal com algo. Más já rodo a bahiana e luto. E vc tem amigos, para conversar, desabafar, receber apoio, isso é muiiito importante, o carinho, o amor curam, isto é certo!. Bjs e se cuida e se ame!!!!. Gosto de vc, viu!!!!.

Dricalaz e os Gatonetes... disse...

...Então, lembra de mim...brincadeirinha...
Esqueci de dizer, ameiiii as ftos dos fofos abaixo!!!. Lindos, o humano é legal, más prefiro os peludos...Bjs.