domingo, 8 de março de 2009

Enquetenice - parte II

Oi pessoal, gostaria de conversar um bocadinho com vocês. Lembram-se da Enquetenice? Pois bem, quando pensei na idéia de um encontro blogueiro, estava num outro momento. Acredito que este atual momento não seria o indicado pra encontrar com vocês, porque eu gostaria que nosso encontro fosse cheio de alegria, sorrisos, afeto. Gostaria muito, muito mesmo, mas não sei se eu realmente estou preparada pra isso. Queria fazer amigas reais, além do virtual, mas tenho receio de, devido a imensa carência que estou sentindo, acabar confundindo tudo. Desculpem a sinceridade, mas eu não quero nunca fazer nada que possa prejudicar alguém. Só quero ver todo mundo feliz.
Eu queria disfarçar, mostrar que estou hiper bem, mas seria mentira. E eu não minto (defeito ruim nesse mundo). Atualmente estou precisando muito de amigos, mas eu sinto na maioria das vezes, que estou chateando as pessoas com a minha tristeza. Então eu disfarço pra não atrapalhar ninguém.
Estou aproveitando esse momento pra ler, assistir filmes e pensar. Falta o ânimo pra sair de casa sozinha, porque eu gosto muito de conversar.
Como disse uma das amigatinhas, espero que um dia eu acorde e pluff...sinta que o coração acalmou.
Espero que não fiquem chateadas com a mudança nos planos. Um beijo carinhoso pra vocês.

10 comentários:

Luzinha disse...

nem te preocupas com isso, amiga, ficas aí bem quietinha que logo, logo a tristeza há de ir embora... pensa positivo!

conta conosco, estaremos sempre aqui!

bjus prá ti e os MIAUS!

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Nice, fique em paz, como você mesma disse um dia acordará e verá que dor já não é mesma e que você esta pronta para voar novamente. Bjs

Nana disse...

Oi Querida:
Espero que não tenha tomado como cobrança a perguta que fiz a respeito do encontro!!
Só achei que neste momento talves te animasse, mas fique tranquila, vou adorar te conhecer e assim como as outras qdo vc estiver melhor!!
Obrigada pelo selinho!!
Bjs

Andrea Sassaki disse...

Nice....bem, eu posso lhe ajudar de outra maneira? Sei lá, mandar flores? Bombons? Tô aqui, de pensamento positivo que você vai melhorar 100%! Força, querida! Beijocas!

disse...

olha, nice, por experiência própria, te digo que qto mais vc ficar em casa, sozinha, mais difícil vai ser pra ficar "curada".

eu acho que é exatamente agora que vc precisa ter mais contato com pessoas, sair e se divertir!

na minha opinião, vc tem que fingir que está bem... depois de algum tempo, vc mesma vai acabar acreditando! :)

Louca dos Gatos disse...

anima mulher! te mandei e-mail. beijokas

Silvia disse...

miauuuuuuu...
romromromromrom...
fruuuuuuu...
se permitir ficar tristinha é normal, e acho que até necessário... e a dor vai passando, pode reparar.
Estamos sempre por aqui! :)
Bjocas!

Tânia (Marienkäfer Laden) disse...

Acho que ela me achou muito feia (kkkkkkkkkkkk). Daí está com medo que vcs sejam tão feias como eu, mas elas não são não, Nice. E elas tb não são tão malucas de "laçar" vc no meio da rua e perguntar "Oi, vc se chama Nice?", hehehe.
Desculpe a brincadeira, é só pra descontrair.
Bjo!

Luzinha disse...

guria!?
te anima que eu vim aqui te passar uma brincadeira e te dizer que tem um selinho lá no Black prá ti!

bjus mil prá ti e os MIMIS!

Anônimo disse...

Eu vou ter q concordar com a Dê... Afinal, que mal pode fazer estar entre amigas?

Entendo perfeitamente a tua sensação, a vontade de ficar quieta, de não ter de dar satisfações e só esperar a tristeza passar. Mas e se vc parar pra pensar que todas nós iríamos adorar te encher de carinho? Não vamos achar q é carência não. Nós SABEMOS q vai rolar uma carência, e pode apostar que adoramos a idéia! Não é muito bom fazer um amigo feliz?

Enfim, respeito tua decisão. Mas tô morrendo de vontade de trocar mais palavras contigo do que só os 'oi, tudo bem, puxa, bom te ver' na entrada da dra. Angélica =^.^=

Se cuida, e precisando de qqr coisa, não tenha medo de botar a cara pra fora do buraco e chamar :*

Beijão da Pá =^.^=