segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Respeito e Gentileza

Todo mundo que me conhece, sabe que eu amo os animais, em especial os gatos, e sou voluntária na AUG, além de ajudar monetariamente outras protetoras.
Não obrigo ninguém a gostar de animais.
Respeito as opiniões dos outros, posso até conversar sobre a linha de pensamento de algumas pessoas, mas nunca desrespeitando seu trabalho ou pensamento. Não consigo ser ríspida. Já tentei. Não consigo.
Hoje, um "colega" disse que um gato estava sujando o quintal dele. Eu sugeri que ele procurasse o dono do gato, pra conversar sobre a importância do animal não sair de casa.
A resposta foi ríspida: não sei quem é o dono. Já dei vassourada, joguei água...não sei o que fazer com o gato.
Uma colega sugeriu a compra de um repelente para gatinhos. O colega disse que não queria gastar dinheiro. A solução mais rápida, no entender dele, seria matar o animal. PONTO.
Eu respeito as pessoas, e mesmo que fosse por brincadeira - o que não me pareceu - esse comentário foi uma afronta direta a mim. Cada vez eu me acho uma pessoa mais e mais estranha nesse mundo.
No sábado, perguntei a uma pessoa por quem tenho um carinho fora do normal, se eu era boba, ou boa. Ele me disse que eu era boa, e que isso era uma qualidade.
Hoje, depois de muita reflexão, acho que eu sou boa mesmo, mas isso não é uma qualidade, e sim um defeito. Não compartilho raivas, não ofendo com palavras. Sou ofendida, e ofereço meu perdão. Abro meu coração...e sou criticada. Ajudo somente pra ver as pessoas felizes.
Eu preciso aprender a não esperar o respeito dos outros. Talvez assim eu fique em paz com meu coração.
PS.: V., você me ajudou muito. Talvez ache que não me ajuda...mas não sabe como é importante pro meu coração quando você me faz sorrir.Ugu pra você.

10 comentários:

__ashram disse...

Nem sei o que dizer...
Tenho que agradecer por encontrar poucas pessoas como essa descrita por você.
No final ser bom sempre compensa, mantenha-se firme pois é tão querida...

Dricalaz e os Gatonetes... disse...

Nossa Nice, e agora?.
Esse " colega " irá matar o tal gatinho?!. Pelo que parece com esse verme, não tem convera?.
Tente de novo,pelo amor de Deus. E nessas horas, o que vale é a calma!. Vc possui isso, é simpátia tb, tem o jeitão!. Assim quem sabe esse ser, muda de idéia!.
Eu imagino como vc se sentiu e deve estar agora...Eu estou aqui passada tb. Não posso fazer nada, que raiva!. Bjs.

disse...

nice, vc é normal. estranha é a pessoa que tem coragem de matar um bicho. relaxe, tem mta gente do bem por aí! os esquisitos estão em menor número, pode crer!

Felina disse...

por essas e outras que eu não ajudo mais gente de forma alguma, sempre acabei levando na cara, pois desisti.

Elaine disse...

Olá!
Nice, tenho que dizer que você está errada. Ser boa é uma qualidade maravilhosa sim!!!
O mundo tem feito com que a gente ache que a bondade é fraqueza mas O MUNDO ESTÁ ERRADO!
Assim como erradas estão as pessoas que desistem da bondade e da misericórdia...
Alguém capaz de cogitar matar um bichinho não pode colocar nenuhma dúvida em você. Gente assim, imbecil, precisa mesmo é ter mais contato com a bondade prá ver se aprende alguma coisa. Nem que seja por osmose...
Não esqueça: o mundo precisa de mais Nices. E de mais Felinas. E de mais Anas. E de mais Nanas. E de mais ......

Theófila disse...

NIce, te entendo! Já passei por situações semelhantes e algumas até violentas. Ao contrário de você, eu respondo à altura porque sinceramente, não consigo ficar calada, não consigo ser doce com um ser pareceido com esse seu colega.
Quando eu estava levando a Ayla para castrar o motorista do carro perguntou se ela estava doente e eu disse que não, e expliquei a situação, que iria castrá-la e tals. Ele perguntou se era de graça, e eu disse que não, daí ele perguntou quanto era, e eu respondí.
Ele foi grosso, sarcástico: Eu jogava a gata fora e comprava esse dinheiro de carne!! Quando morrer ninguém vai sentir falta mesmo!
Só não descí do carro pq estávamos em plena BR, mas disse: O mesmo digam do senhor! Fazer o quê? Ignorância e burrice não se opera, senão o levaria junto a Ayla pro VET fazer esse favorzinho pra vc!

Ah! vai te catar!
Na facul já passei por isso tb, com amigas, pessoas que frequentam minha casa e entre as colegas quiseram fazer piada do meu amor pelos meus bichinhos! Daí fui mais grossa ainda! Partí até proos palavrões. Hoje, entre amigos, todo mundo me entende e muitos me elogiam. Mas exijo respeito assim como os respeito.

Fique com Deus amiga.
E quanto a esse seu colega, não seria possível vc falar como dono do gato que anda visitindo o quintal, ou o jardim dele?
Fale a verdade, diga que o seu colega pretende matar o gato... e o conscientize sobre a posse responsável...

Bjus

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

MeniNice, amamos você do jeito que é. Deixe esse idiota pensar o que quiser e espero que alguém denuncie se ele fizer mal ao gato. Beijos

Maira disse...

Não tente mudar seu jeito de ser, porque vc esta certa, o mundo é que esta errado! Sei como é didicil sermos pessoas boas nesse mundo, mas não é motivo para desistir,fique firme ok!!!?
Bjs.

Marianne disse...

Não é para ter dúvidas, né? É obvio que você é a pessoa certa. Mas e agora? Tem como convencer esse paspalho maldito a não fazer maldade nenhuma com o pobrezinho? Que agonia... Espero que dê tudo certo.

Por isso que eu não gosto de gente. Salvo raríssimas exceções.

Arte dos Gatos disse...

Oi Nice, por isso que a cada dia que passa prefiro mais os animais aos seres humanos e fico cada dia mais doente, por ter que conviver com tanto ser humano por perto!
Fique bem!
Bj
Simone