quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Fragmento

O sorriso forçado consumia muito da sua energia. Ela começou a comer além do normal. Quando percebeu, viu que estava fora do controle. Mais um pouquinho de energia, please. Tô precisando, foi o pensamento que invadiu sua mente.
Não percebeu que seu estoque estava acabando...e continuou forçando o sorriso, que não vinha de dentro...Por que o sorriso que surgia de dentro, era quando ouvia a sua voz, quando via seu rosto, quando sentia sua presença. Pelo menos uma migalha do que ela um dia pensou merecer. E a energia continuava saindo pelos poros...e a esperança de estar melhor. "Vou conseguir", pensou...não sabendo que era mais energia que estava consumindo...O fogo apagando.
Seus amigos cansaram dela...sua família já tinha desistido a muito tempo. Só ela ainda resistia...tentando achar o caminho entre a escuridão.
A energia acabou e ela desistiu...sentou e esperou que alguém ouvisse o choro da sua alma...mas o telefone não tocou nunca mais.

4 comentários:

Elaine disse...

Nice,
Chegou a me dar arrepios...
Trata-se de alguém conhecido:
Tão triste...

Claudinha disse...

Espero que isso seja de algum poema... e não seja sobre vc.

Vc precisa de um colinho virtual? me escreve Nice!

Um abraço bem apertado

Claudia disse...

Se ela quer achar o caminho mesmo na escuridão, então nem tudo está perdido. Há uma saída.
O telefone não tocou mas quem sabe existem emails pra ela?
bj

Dricalaz e os Gatonetes... disse...

Ui, Nice,
É lindo, más deprê, espero que não tenha nada a ver com vc...Se precisar, avisa!!!. Bjs e um imenso abraçãooo apertado!.