sexta-feira, 27 de junho de 2008

Gato mendigo encanta novaiorquinos



É muito comum ver moradores de rua sendo acompanhados por vários cãezinhos vira-latas. Mas por um gato de japona?
Na esquina da 5ª avenida mais chique do mundo, com a 77, acontece todos os dias uma cena bizarra. Jason Erik, um homem negro de meia idade, alto, magro, de barba ralinha e roupas bem surradas coloca no chão uma tigelinha de água, outra de ração e uma pequena caixa com areia. Atrás dele, vem Cat Stevens - não o músico - e sim o seu gato de estimação, tão pobre quanto ele. Cat Steves, de japona com estampa de exército, come a ração, bebe água e senta na caixinha de areia para fazer as suas necessidades. As pessoas acham a coisa mais linda do mundo, mesmo contrastando com o glamour e riqueza da 5a Avenida, e, suspirando, enchem a latinha de Jason de moedas e notas de 1 dólar.
Ambos são moradores de rua e dormem numa caixa de papelão, bem longe do bairro chique. “Ele é meu companheiro há 5 anos. Um amigão mesmo. Confio mais nele do que nas pessoas” – afirma Jason, arreganhando a boca quase banguela.
Noticia publicada no site: http://itodas.uol.com.br/

Um comentário:

Cláudia disse...

O gato parece mais bem cuidado que o dono bangela, não?! Até o mendigo trata melhor um gato que muita gente "rica" por aí!

bjs