segunda-feira, 27 de setembro de 2010

O Fim da Tolerância

Vontade de matar o cara que colocou os urubus confinados na Bienal...
Vontade de ir lá e quebrar tudo...
Vontade de mandar um monte de gente ir se f*...
Vontade de largar o emprego e ir se dedicar 100% à causa animal...trabalhando com eles, os animais...
Vontade de fazer sexo sem amor...só pra diminuir esse desejo...porque amor você nunca vai ter mesmo.
Vontade de falar certas coisas, pra certas pessoas...
Vontade de beber até cair, mesmo sabendo que isto vai te levar ao início da dependência química...
Vontade de gritar que você ainda  ama uma pessoa...
Vontade de deixar de ser delicada, sensível, certinha...
Vontade de chorar pela perda de um ser  especial na sua vida...
.
.
.
.
.
 As vontades existem...aí você guarda elas numa gaveta e continua a viver a sua vida.

Um comentário:

Claudia disse...

Nice,
Não faça isso. Não guarde as vontades na gaveta.
Chute o balde!
Beba até cair, no dia seguinte vc se recupera.
Faça sexo sem amor, porque não?
Só discordo quanto "amor você nunca vai ter mesmo"

Como vc sou "metida" a certinha mas só pra que isso não vire um jeito de ser, chuto o balde váaaarias vezes e me divirto muito.
Nunca me arrependi.
bjs e boa sorte

p.s. Se fizer algo me conta depois...