quarta-feira, 20 de maio de 2009

Ética, corrupção, tristeza e outras coisas

Ontem tivemos um debate na sala de aula sobre corrupção. Foi interessante notar que todos somos um pouquinho "corruptos". O professor pediu exemplos: o colega que para o carro nas duas vagas do mercado, pra ninguém bater no carro dele, a amiga que deu uma propina pro garçom reservar uma mesa, outra que conseguiu sumir com suas faltas do boletim...são pequenas coisas, que talvez não parecem erradas perante tantos absurdos que a gente escuta dos políticos, mas que me fez pensar...e quando eu começo a pensar...
Hoje acordei tristíssima...o dia todo assim...por motivos que não valem a pena citar. Depois do trabalho, sem ter rumo, estacionei o carro no supermercado e fiquei observando o movimento...tanta falta de ética, tantas pequenas corrupções, uma falta de gentileza...
Chegando na faculdade, cruzei com uma senhora puxando um pequeno cãozinho pela coleira...o pequeno estava aparentemente com alguma doença de pele, pelo sujo, e com o que parecia ser um tumor...algo estranho na barriguinha. Me cortou o coração em mil pedaços. Tive vontade de cometer uma loucura...dar um tapa na mulher e roubar o cãozinho, levá-lo ao vet, tentar fazer algo...mas me faltaram forças. falida também...como faria pra pagar o vet?
me sentindo um lixo...será mesmo que eu realmente faço alguma coisa? Não sei nem se posso mais me chamar de gateira...o que eu faço realmente? Protetoras são vocês, que lutam mesmo pelos animais...eu acho que não sou nada...e não estou fazendo a diferença...
De repente a depressão ficou mais forte....

7 comentários:

Andrea Sassaki disse...

Nice, quem nunca cometeu um erro na vida? Vou te contar um que eu nunca me perdoo. Tinha uma boxer, que eu adotei de uma mulher, ela viveu comigo muito anos, mas no final da vida, ela estava com um tumor na pata traseira e eu, recém saída da aborrecência, nem muita bola: só queria saber de sair e me divertir, ir para a facul. Ela foi internada e como não havia jeito, minha mãe pediu para eutasianá-la. Fiquei sabendo depois, pois achava que ela estava no vet ainda. Chorei, choro até hoje por ela, pois foi minha companheira durante tanto tempo e na hora que ela mais precisou de mim, onde eu estava? Dando risada, curtindo minha vida. Hoje, não deixo um animal passar por mim, sem antes eu dar uma olhada, se está tudo bem ou se ele precisa de alguma coisa. Tô falando isso, pois eu me sinto um lixo as vezes, mas em outras, eu tô presente em tudo no que tenho direito. Gasto parte do meu salário com meus focinhos e focinhos alheios, faço o que eu posso para ajudar quem precisa, mas lá dentro, ainda tenho essa mágoa dentro de mim, que não sei nunca se vai passar. E não é por causa disso que eu acho que não faço pouco. Só de você ter um coração enorme, já vale a pena cruzar seu caminho. Fique de bem, amore! A vida, é uma pena, não é cor de rosa, mas podemos faze-la um pouco melhor, não acha? Beijos super carinhosos!

Nana disse...

Tá parecendo eu no começo da semana...rs
Poxa vida.... ontem fiquei TÃO FELIZ em sentir que vc tava melhorando!!!
Sei o que vc diz e compartilho com o que vc sente, mas a gente não pode se entregar, não viu!?
Bjs

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

MeniNice, que fazer com a senhorita? Fazemos o que podemos quando podemos. Não dá pra salvar o mundo, mas as pessoas ou anjos que já tiveram a felicidade de cruzar teu caminho sabem que você fez e faz diferença na vida delas. Sossegue esse seu coraçãozinho, levanta a cabeça e segue em frente com esse sorriso timido no rosto. Você tem o poder de encantar as pessoas, pense nisso. Beijos, fique com Deus.

Elaine disse...

Olá!
Isso anda me acontecendo demais: estou lendo um blog e daí me chega um comentário justamente do blog que eu estou lendo. Ai, medinho!Aconteceu agora com o seu.
Amor da minha vida, todo mundo é assim, dia bom, dia ruim, dia ruim, dia ruim, dia bom, ...Continue desabafando pois a mim me ajuda muito.
E impotência é um sentimento que eu tenho sempre.
Não desista de esperar, pois tem uma vida feliz te esperando na curva...Eu sei e eu sou sábia. E modesta rsrsrs.
Brincadeiras à parte, tenha uma noite revigorante e cheia de paz.
Beijos.

Dri Viaro disse...

Oi, estou passando pra conhecer seu blog, e desejar bom fds
bjs

aguardo sua visita :)

MEUS PENSAMENTOS disse...

oi nice vim através do blog da elaine um pouco de mim.
vc comentou que seu blog é pessoal ,eu gosto diispo e peço a sua çlicença para seguila e convido a conhecer meu blog,volto para ler-te mais vezes!forte abraço!

disse...

nice, sempre escuto a frase "cada um ajuda como pode". sinceramente? acho bobagem isso!
vc acha que a su, por ex, faz o que pode? não, ela faz mto mais do que ela pode. vc acha que a elisa, que cuida da hila e de mais temporários, faz o que pode? tb não, faz mto mais. na verdade, eu penso que a gente deve se esforçar para fazer mais do que aquilo que é fácil e óbvio, sabe? é por isso que comecei a ser mãe temporária. é mais do que eu posso, mas eu faço. fiquei sem cozinha, tenho mto trabalho e gasto uma grana a mais. não é mta coisa, mas é alguma coisa. dar lar temporário e $ não são as únicas ajudas possíveis. tem várias coisas que vc pode fazer tb. vou dar exemplos:
- vc pode acompanhar as meninas em entregas;
- vc pode vir aqui em casa e brincar com o quincas (não consigo me dividir em 6...);
- vc pode espalhar por aí as noções básicas de posse responsável;
etc., etc.
e não é só de gatos que vive o mundo, né?
ajudar os outros, sejam eles gatos ou não, faz com que a gente se sinta melhor, mais útil!
não se entrega, moça! vc é um amor e tem que sair dessa logo! adoro vc, viu? beijo! :)
o mundo precisa de gente como vc!