quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Desabafo

Desculpem...preciso desabafar e o blog é uma das armas que tenho: estou cansada de tanta hipocrisia, de tanta falta de vontade. As pessoas criticam, criticam, criticam, mas não tem coragem de fazer absolutamente nada pra mudar as coisas.
Sou constantemente vigiada, e luto pra mudar algumas coisas em mim, que são traços de personalidade - e como são difíceis essas mudanças - mas no final, parece que a luta não leva a lugar nenhum.
Na minha posição profissional, ser tímida, ser quieta, ser educada são erros grotescos...e como posso eu me igualar ao nível de todos os outros? Não aprendi a usar de artimanhas pra prejudicar ninguém, não aprendi a gritar com as pessoas, não aprendi a fazer o mal.
Por isso tudo, sinto que meu tempo está se esgotando...pois eu até agora não consegui mudar como eles querem. E ainda sou obrigada a escutar que "eu não faço absolutamete nada".
Por que então as dores nas costas, a tendinite, os problemas estomacais cada vez mais sérios? Será por não fazer nada?
Isso me faz lembrar um poema que li no tempo em que estava no primário:

Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.

Na segunda noite,
já não se escondem;
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.

Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho em nossa casa,
rouba-nos a luz, e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada...

9 comentários:

Elaine disse...

Olá!
Nice, quer um conselho não-solicitado?
Não mude sua personalidade pelos outros, nem para agradar/satisfazer ninguém que não seja você mesma. Sabe por quê?Porque pode ser que na mudança você venha a se tornar alguém que você não admira nem suporta. E aí, minha querida, quem terá que conviver com a criatura surgida da mudança será você.
Não sei se serve de consolo mas eu gosto do seu jeito meigo.

Luzinha disse...

Nice, pelo que pude entender, tu estás com problemas no trabalho, né? mas estou com a Elaine. se o que tu "precisas" fazer não for para o TEU bem, não vale a pena. pode ser difícil, mas as vezes a gente perde um pouquinho aqui, prá ganhar logo ali na frente.

bjus prá ti, pros MIMIS e força, amiga, tenho certeza de que tu hás de encontrar uma solução!

milene widholzer disse...

Oi Nice! Ter educação jamais será um erro grotesco. Grotescas são as pessoas que não valorizam a gentileza e acham, que grosseria e falta de educação são sinais de competência. Geralmente quem é incompetente camufla isso criticando os outros, atacando, tentando baixar o moral das pessoas. Toma cuidado Nice: o stress provoca abalos na saúde.

Pra mim tu parece ser nota DEZ!!
Beijinhos

Anônimo disse...

Eu já desisti de acreditar que exista algum trabalho onde todos sejam aceitos como são.
Acho que às vezes sim, vale a pena mudar por trabalho. Vale mesmo.
Mas nem sempre. E é isso que vc tem de ter em mente: vale a pena mudar pelo trabalho? Ou já passou dos limites e é melhor mudar DE trabalho?
Eu sei que o momento econômico é péssimo, mas meu conselho é que você procure outra coisa. Esperar que nos aceitem, se isso já não acontece, é sonhar com um mundo pollyânico que não existe. E te dou todo o apoio na empreitada q vc decidir tomar.
Um abraço especial. Desculpa se pareci fria, mas o que mais quero é q vc seja feliz. Um beijo,

Pá =^.^=

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Oi Nice, algumas vezes, se gentil, delicada e cordial, assusta e enfurece algumas pessoas simplesmente porque elas não estam habituadas a receber esse tipo de tratamento. Não mude pelos outros, mude apenas por você quando e se achar que deve. Seus amigos vão continuar a te apreciar independente de tudo. Beijos, fique com Deus e obrigada pelo selinho.

Japa Girl disse...

Oi, Nice!
O que disseram aqui é verdade: as pessoas não estão acostumadas a pessoas educadas e gentis. Elas se assustam e ficam na defensiva (do que, meu Deus?). Mudar de emprego ou completamente de área talvez seja difícil, mas mudar sua essência e se tornar uma imbecil como todos os outros não vale a pena.
Força!
Bjo!

Silvia disse...

Ai, Nice...
isso é um saco mesmo. mas sendo gentis ganhamos muito mais, esteja certa. tenho passado por muitos momentos complicados e com pessoas que não conseguem olhar para nada além de si próprias! aliás, acho que é por isso que elas se tornam tão amargas... o conteúdo delas não deve ser dos melhores! hihihi
mas a cada dia somos todos pessoas diferentes, e podemos pensar e agir diferente também, para afastar boa parte dessas energias pesadas das pessoas... sendo boa demais, prestativa demais, costumamos assumir, dar importância, a problemas que não são nossos e nos desgastamos em vão! ai, tá ficando longo o texto, né? queria te falar de um livro lindo que tem me ajudado muiiiiiito, e que vc pode baixar em PDF (não consegui o encontrar nas livrarias daqui). O nome é: "você pode curar sua vida", da autora Louise Hay. Vale a pena! bjocas!!!

Claudinha disse...

Oi querida, não tinha visto seu post .... Nice, não mude pelos outros ... se precisar mude por VC!
assino em baixo do que as meninas disseram .... se vc não está feliz, lute por coisa melhor!

um beijo e um abração bem apertado... minha amiga real!

Tânia (Marienkäfer Laden) disse...

Puxa, essas questões sobre trabalho são complicadas... Não sei bem o que está acontecendo com vc, mas as pessoas parecem se enfurecer com gentileza e irem para defensiva, e outras entram no clima ou pelo menos mantêm o respeito.
Acho que há mais gente tímida, menos extrovertida do que a gente pensa, mas as empresas querem mais e mais perfis extrovertidos, comunicativos (que muitas vezes são aquelas pessoas que só gostam de 'causar') até para passar o dia na frente do computador, sem quase ter contato com outras pessoas.
Acho que empresas inteligentes discriminam menos e avaliam a eficiência profissional das pessoas.
Sei lá, eu acho que toda essa coisa hipócrita vai terminar com um devorando o outro.
Fique calma e como eu recomendei pra outra pessoa de um blog, toma um chá de erva-doce antes de dormir (hehe, coisa de vó, mas acalma). Bjos!