segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Salvo por Gatos

Confesso que ainda estou meio abismada com esta notícia, mas ao mesmo tempo, começo a cada dia mais entender o quanto os animais são especiais:
A reportagem foi retirada do jornal Correio da Manhã, de Portugal - por isso que coloquei na integra, com todo o jeitão lusitana de ser.

Um menino argentino de um ano sobreviveu durante vários dias sozinho na rua graças a um grupo de gatos, que o manteve quente e lhe trouxe comida.
A incrível história – a fazer lembrar a do pequeno Mowgli, personagem principal do ‘Livro da Selva’, da Disney – aconteceu na localidade argentina de Misiones. Ao que tudo indica, o menino, de apenas um ano, vivia na rua com o pai, um sem-abrigo, mas ter--se-á perdido dele.
Sozinho, valeram-lhe oito gatos vadios, que lhe trouxeram comida e o mantiveram quente com os próprios corpos, evitando que morresse de frio nas noites geladas que passou na rua.
O menino foi encontrado na passada quarta-feira por uma mulher-polícia, que estranhou ver um grupo de gatos amontoados em redor de um objecto – era a criança, que dormia serenamente aquecida pelo calor dos corpos dos felinos. Os médicos dizem que o pequeno está bem de saúde, e que só sobreviveu devido à ajuda dos gatos.

3 comentários:

Claudinha disse...

Nossa, fiquei arrepiada!

Oro disse...

E ainda há quem diga que gato é um bicho egoísta e sem-noção, que só quer saber de si mesmo...ó aí!

Muito legal a reportagem, Nice, obrigado por dividir com a gente! :D

E, claro que pode usar a imagem de Death Note! Também achei pela net! ;D hehehe
Gostas de anime/mangá? :D

Beijinho! ^^

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Oi Nice... tenho cá comigo que gatos são pequenos anjos que escolheram perder as asas para poderem ficar proximos de nós.
Feliz Natal.